Nota à categoria – Exoneração do Diretor do IC

Nota à Categoria

 

Caros Peritos e Peritas Criminais,

Hoje, fomos surpreendidos com uma péssima notícia para o nosso Instituto de Criminalística e para nossa categoria.

A Direção da Polícia Civil e o Diretor do Departamento de Polícia Técnica comunicaram a exoneração do atual Diretor do IC, Sr. Emerson Pinto de Souza, alegando que a associação e o sindicato dos Peritos Criminais estavam trabalhando contra o atual Diretor da PCDF.

É importante deixarmos claro: as entidades representativas dos Peritos Criminais da PCDF em nenhum momento atuaram contra a atual direção da PCDF! Pelo contrário, mantivemos nossa palavra, mesmo diante dos acordos que foram quebrados.

Mesmo que fosse verdade, a decisão demonstrou completa dissociação da Direção da PCDF com a realidade: nem a associação e nem o sindicato são subordinados ao Diretor do IC.

Ao desestruturar a Direção do Instituto de Criminalística, a direção da PCDF se mostrou errática e demonstrou não considerar o excelente trabalho realizado pela atual diretoria na administração do instituto. Ao se reconhecer isto, tal ato acaba por desrespeitar a vontade de toda a categoria dos peritos criminais, que o escolheu como um dos componentes da lista tríplice para diretor do IC.

Estamos diante de uma interferência direta em nossos trabalhos, que também ficou evidente com o ofício sobre o caso da 113 Sul, ampliou-se com a portaria que retirou atribuições do IC e ocorreu por meio de outras ações no decorrer deste ano.

Decisões como essas nada contribuem para a PCDF. Pelo contrário, promovem o acirramento de ânimos e a divisão interna, enfraquecendo a instituição. E isso é ainda mais crítico, se considerarmos o momento atual, em que estamos lutando arduamente pela recuperação da nossa histórica paridade.

Não há muito que se falar diante de rompantes como esses. A melhor atitude é tentarmos manter a sanidade num ambiente inóspito à racionalidade.

Agradecemos ao Perito Criminal Souza e à sua equipe pelo brilhante trabalho. Solicitamos a todos que desmintam esse jogo de intrigas e trabalhem firmes por tempos melhores.

Brasília, 17 de dezembro de 2019.

 

Diretorias da ABPC e Sindiperícia-DF.